A radiofrequência. As nossas mãos, são o melhor aplicador!

Os efeitos da radiofrequência são incontestáveis desde o século XIX.

Durante todo este tempo a radiofrequência tem sido uma excelente ferramenta de estimulação dos fibroblastos para que produzam colagénio, o elemento essencial para manter a estrutura da pele tonificada e jovem.

Um dos desafios importantes no desenvolvimento da radiofrequência foi o aplicar corretamente as correntes de radiofrequência.

Utilizaram-se elementos artificiais (eléctrodos resistivos e capacitivos).

Os eléctrodos tem muitas vantagens, mas também inconvenientes.

VANTAGENS

  • Graças aos materiais que os compõem pode-se controlar a forma de irradiar a corrente.
  • Há diferentes tamanhos.

INCONVENIENTES

  • Rígidos e não se adaptam às zonas anatómicas.
  • Perde-se a “sensibilidade”.
  • É mais difícil de controlar a pressão de aplicação.
  • Não se podem tratar zonas mais sensíveis (como orbicular dos olhos, pálpebras e até seios)

 

Quando se perguntava aos operadores de radiofrequência se preferiam a terapia tradicional de mãos ou a terapia de radiofrequência com aplicador, sempre respondiam que ambas as formas eram muito boas e que portanto o ideal seria RADIOFREQUÊNCIA ATRAVÉS das MÃOS.

O nosso desafio foi conseguir esta combinação recorrendo a alta tecnologia que aporta segurança, precisão e resultados!

VOSSMAN é o primeiro e único equipamento do mercado que permite conjugar ambas formas de trabalho.

Instagram